Sem categoria

Bebê e crianças juntos, pode?

Muitos cachorros convivem bem com bebês, mas é sempre bom saber quais são os potenciais riscos da aproximação entre um bichinho de estimação e uma criança tão pequena.




Se você está grávida e tem um cachorrinho em casa, uma boa ideia é arranjar um esquema para que você possa cumprimentar o cãozinho longe do bebê, quando chegar da maternidade. Você pode pedir para alguém dar uma volta com o cachorro enquanto entra em casa com o bebê, e aí, quando ele voltar, pode recebê-lo dando toda a atenção que ele merece, afinal ele estava com saudade!

Enquanto o bebê é bem novinho, é fácil mantê-lo razoavelmente afastado do cachorro da casa. É aconselhável não permitir que o cão entre no quarto da criança. Não deixe o cachorro e o bebê na mesma cama ou sofá. Dar bastante atenção ao cachorro pode ajudar a evitar que ele fique com muito ciúme.

Nunca deixe o bebê sozinho com o cachorro, principalmente quando a criança começar a engatinhar. Se o bebê puxar o pelo ou o rabo do cachorro, o único jeito de o animal se desvencilhar vai ser dando uma mordida. Outro cuidado é não aproximar o rosto do bebê ao focinho do cachorro. O “olho no olho” pode ser encarado como uma ameaça pelo animal.

Os gatos não costumam ficar com ciúme do bebê. O problema com o gato é conseguir evitar que ele entre no berço. Uma opção é usar um tipo de mosquiteiro com elástico quando o bebê estiver no berço ou no carrinho.

Se você tiver quintal, recolha sempre o cocô do cachorro antes de deixar seu filho brincar lá fora.

Mantenha o animal de estimação sempre vermifugado e vacinado, de acordo com as instruções do veterinário.

Ainda não tem um bicho de estimação? Especialistas recomendam esperar até que a criança tenha 3 anos, para que a família inteira possa aproveitar melhor a experiência.

Back to list

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.