Sem categoria

Bactérias!

As bactérias se concentram nas mamadeiras e chupetas devido a sujeiras acumuladas, além de transporte e manuseio inadequados. Como o organismo de bebês e crianças ainda não está totalmente preparado para suportar uma carga bacteriana intensa, o acúmulo pode causar diversos efeitos nocivos.

Confira agora algumas dicas para evitar bactérias nas mamadeiras e chupetas:

– Para desinfetar mamadeiras, bicos, chupetas e até máscaras de inalação, existem recursos mais adequados, como o uso de bactericidas sem enxágue, que são facilmente encontrados em farmácias e supermercados. O importante é que o produto adquirido tenha eficácia comprovada pela Anvisa. Deixar os objetos em água fervente não é seguro. Recipientes plásticos em temperatura elevada liberam substâncias cancerígenas.

– Além da higienização diária, os bicos de mamadeiras e chupetas devem ser trocados a cada seis semanas ou, caso seja observada alguma fissura, devem ser trocados imediatamente, pois essas fendas facilitam o acúmulo de bactérias, dificultando a desinfecção.

– Sobre o transporte dos utensílios, o ideal é que seja feito em um recipiente seco que já tenha sido esterilizado com um bactericida.

– A melhor maneira de evitar a proliferação de bactérias é lavar sempre as mãos antes de manusear esses objetos. As toalhas devem estar sempre secas e devem ser lavadas periodicamente.

Fonte: Adriana Coppola Faria – Farmacêutica da Saggio do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *